Twitter tem contas de empresas e celebridades hackeadas

Bill Gates, Elon Musk e Jeff Bezos tiveram suas contas invadidas, além de empresas como Apple e Uber


Na última quarta-feira (15/07), ocorreu um grande ataque na rede social Twitter, onde criminosos divulgavam basicamente a mesma mensagem com o endereço de uma carteira de bitcoins para tentar roubar os seguidores de personalidades e companhias gigantes como Apple e Uber, que também tiveram suas contas invadidas.


Na conta de Bill Gates e Elon Musk (CEO da Tesla), a mensagem publicada afirmava que eles devolveriam em dobro todos os depósitos feitos em sua carteira. Ou seja, a promessa era de que quem depositasse, por exemplo, US$ 1.000, receberia US$ 2.000. A "oferta" seria válida apenas por 30 minutos, para incentivar a ação rápida e impensada dos seguidores.


Foto: Reprodução Twitter


Em ambas publicações, há comentários de seguidores que realizaram as transferências de criptomoedas, e claro, não receberam nada de retorno além da grande frustração e prejuízo.


O histórico de transferências da conta divulgada das publicações, indicou que a carteira havia recebido cerca de 300 transações, totalizando mais de 12 bitcoins, o que na cotação atual, representa certa de US$ 110 mil dólares.


Os criminosos tiveram como estratégia de ataque, grandes nomes que além do segmento tecnológico, também políticos como Barack Obama, Michael Bloomberg e Joe Biden, ambos do partido democrata nos Estados Unidos. Entraram também na lista de contas invadidas a do rapper Kanye West e o bilionário Warren Buffet.


O Twitter se manifestou cerca de uma hora após o ataque, afirmando que estavam "ciente de um incidente de segurança impactando contas", afirmando que o caso está sob investigação e que as medidas de correção estão em andamento.


Logo em seguida do primeiro anúncio, o Twitter alertou seus usuários que os usuários não poderiam mais resetar suas senhas temporariamente como forma de evitar mais danos. Além disso, contas verificadas foram proibidas de postar na rede social por tempo indeterminado, para evitar a propagação do golpe. As contas ainda podem retuitar conteúdo de outros perfis, mas não podem enviar novas publicações.


Foto: Reprodução Twitter


Ainda na noite do incidente, a empresa se pronunciou informando que já tinha pistas sobre o ataque: "Detectamos o que acreditamos ser um ataque de engenharia social coordenado por pessoas que atingiram com êxito alguns de nossos funcionários com acesso a sistemas e ferramentas internas", diz o primeiro tuíte. "Sabemos que eles usaram esse acesso para assumir o controle de muitas contas altamente visíveis (incluindo verificadas) e tuitaram em seu nome".



Foto: Reprodução Twitter



Embora não tenham detalhado como foi feito o ataque, o site Motherboard, relatou nesta quinta-feira (16/07) que em conversa com alguns hackers, foram informados que eles pagaram para um funcionário do Twitter para que fosse alterado os endereços de e-mails das contas populares, utilizando a ferramenta interna para assumirem os controles dos perfis. 


Nós da Ksecurity, contamos com uma equipe de especialistas em segurança digital. Converse com um de nossos consultores e saiba qual a melhor solução para proteger seus dados: comercial@ksecurity.com.br


Fonte: Olhar Digital

0 visualização
  • Twitter Ksecurity
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon

© 2019 by KSecurity - Todos os Direitos Reservados

FALE COM A K