Intel confirma vazamento de 20GB de documentos internos

Empresa investiga vazamento de arquivos que estão marcados como "confidencial" ou "segredo restrito”


Foto: Reprodução


A fabricante de chips norte-americana Intel está investigando uma violação de segurança, depois que mais de 20 GB de documentos internos foram carregados on-line no site de compartilhamento de arquivos MEGA.

Os dados foram publicados por Till Kottmann, um engenheiro de software suíço, que afirmou ter recebido os arquivos de um hacker anônimo que alegou ter violado a Intel no início deste ano.

Kottmann recebeu os vazamentos da Intel porque gerencia um canal Telegram muito popular, onde publica regularmente dados que vazavam acidentalmente on-line de grandes empresas de tecnologia por meio de repositórios Git mal configurados, servidores em nuvem e portais on-line.

O engenheiro suíço disse que o vazamento de hoje representa a primeira parte de uma série de vazamentos relacionados à Intel.


Foto: Reprodução ZNDNet


De acordo com uma análise feita pelo site ZDNet, os arquivos vazados continham propriedade intelectual da Intel, respectivamente, para o design interno de vários chipsets. Os arquivos continham especificações técnicas, guias de produtos e manuais de CPU.

Nenhum dos arquivos vazados contém dados confidenciais sobre clientes ou funcionários da Intel, com base na revisão do ZDNet. No entanto, permanece a questão sobre o que mais o suposto hacker teve acesso antes de roubar e liberar os arquivos confidenciais da Intel.

A Intel nega ter sido “hackeada”, contestando a alegação de Kottmann, porém acredita que houve acesso ao seu Centro de Recursos e Design pudesse baixar os dados confidenciais sem autorização e compartilhá-los com o pesquisador suíço.

O Centro de recursos e design da Intel é um portal na web onde a Intel fornece documentos técnicos não públicos para parceiros de negócios que integram chipsets Intel em seus respectivos produtos. Muitos dos documentos revisados ​​pelo ZDNet continham links para o Centro de Recursos e Design, confirmando a explicação atual da Intel.

A declaração completa da empresa está abaixo:

" Estamos investigando essa situação. As informações parecem vir do Intel Resource and Design Center, que hospeda informações para uso de nossos clientes, parceiros e outras partes externas que se registraram para acessar. Acreditamos que um indivíduo com acesso baixou e compartilhou isso dados."

Vazamento de dados, tem sido muito frequente nos últimos anos, e com isso, nós da KSecurity, contamos com um time de especialistas em segurança da informação e estamos prontos para auxiliar na escolha da melhor solução tecnológica para a proteção de dados da sua empresa. Entre com contato com nossa equipe: comercial@ksecurity.com.br


Fonte: ZDNet

22 visualizações
  • Twitter Ksecurity
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon

© 2019 by KSecurity - Todos os Direitos Reservados

FALE COM A K