Buscar
  • KSecurity

iFood tem nomes de estabelecimentos alterados por funcionário

Segundo a empresa, um funcionário terceirizado tinha acesso a plataforma e fez alterações indevidas

iFood (iFood/Divulgação)


O aplicativo de delivery iFood, sofreu um ataque hacker em seus sistemas na noite deste domingo (02/11), onde o criminoso alterou o nome de restaurantes para declarações políticas. "Lula Ladrão", "Vacina Mata" ou "Bolsonaro 2022" foram algumas das mensagens que apareceram aos usuários.


iFood (iFood/Divulgação)


Em nota, o iFood confirmou que o ataque foi causado por um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço de atendimento.


Foto Twitter - Reprodução


De acordo com o iFood, a mudança dos nomes dos estabelecimentos cadastrados aconteceu em 6% da base do aplicativo e reafirmou que os dados dos clientes e de entregadores não foram comprometidos durante a ação realizada pelo funcionário terceirizado. Segundo a empresa, informações como cartões de crédito e credenciais ficam salvas no aparelho do próprio cliente e não ficam salvas em servidores.


“Os dados de meios de pagamento não são armazenados nos bancos de dados do iFood, ficando gravados apenas nos dispositivos dos próprios usuários, não tendo havido comprometimento de dados de cartões de crédito”, explica o iFood. “Também não há qualquer indício de vazamento da base de dados pessoais de clientes ou entregadores cadastrados na plataforma.” – Informou a empresa.


Mesmo com tantos alertas e ataques, a contratação de serviço especializado para controle e segurança de seus dados é fundamental.


Nós da Ksecurity estamos prontos para auxiliar seu negócio. Entre agora em contato com um de nossos especialistas em segurança digital: comercial@ksecurity.com.br


Fonte: CanalTech











9 visualizações0 comentário