Buscar
  • KSecurity

Brasileiros confiam na biometria para autenticar transações

Maioria dos correntistas aceitam ceder seus dados biométricos para as instituições financeiras



Segundo uma pesquisa realizada pela Dynata encomendada pela FICO feita com 5 mil pessoas de dez países: Brasil, México, Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Canadá, Malásia, Filipinas, Turquia e Suécia, ficou constatado que a maioria dos brasileiros aceitam fornecer seus dados biométricos para a confirmação de sua identidade aos bancos, como forma de segurança. 86% liberariam seus dados biométricos.


O estudo realizado entre Fevereiro e Março deste ano, revela que estão entre os recursos preferidos pelos entrevistados: impressão digital (83%), leitura facial (54%) e varredura ocular (35%).


Perguntados sobre as alternativas de acessos aos bancos, 53% desejam receber senhas via SMS a cada acesso; 50%, usar o scanner de impressão digital; 45% preferem login e senha próprios; 36%, scanner facial; 34%, código de acesso via e-mail; 24%, um código gerado pelo banco; 19%, acesso falado único ao celular; 15%, reconhecimento de voz; e 14%, código de acesso único entregue falado para o telefone residencial.

O mesmo estudo também traz um dado bem interessante sobre o e-commerce.

Segundo informações da Dynata, 37% deixaram de comprar um produto por esquecerem a senha de um e-commerce e 13% não puderam abrir negociação com um fornecedor porque esqueceram suas senhas.

Analisando o comportamento dos usuários, identificou-se que as pessoas possuem hábitos pouco seguros em relação aos seus dados: 29% dos consumidores que usam uma senha para cinco ou mais contas e 23% optam por escrever suas senhas em caderno ou em arquivo no celular.

Converse com nossa equipe de especialistas e descubra a melhor solução para manter seus dados seguros: comercial@ksecurity.com.br


Fonte: Mente Binária

0 visualização0 comentário