Documentação é a chave para boa segurança da informação



Implementar um sistema de segurança da informação vai muito além da instalação de um software ou qualquer outra ferramenta de tecnologia voltada ao armazenamento e ao gerenciamento seguro de dados.

Sua dimensão se estende também a análises de risco, políticas de segurança, controle de acesso físico, treinamentos voltados à conscientização para a segurança da informação e até um plano de contingência.

Todas essas ações, que suportam a segurança da informação dentro da empresa, contudo, não serão efetivas caso não exista uma boa documentação. Algo que parece simples na teoria, como documentar procedimentos, acaba deixando de ser realizado na prática por muitas empresas e colocando em risco informações valiosas para o seu bom funcionamento.

A documentação e a segurança da informação

Pare e pense em sua empresa por um momento. Quantos colaboradores realizam suas tarefas sem um back up? O que aconteceria com as informações e dados que são trabalhados por um funcionário, caso ele deixasse a empresa hoje ou fosse incapacitado? Qualquer funcionário sabe como dar continuidade ao processo? Existe uma documentação que garanta toda a segurança da informação para a empresa?

Procedimentos escritos são valiosos em circunstâncias como essas, pois garantem não apenas que as informações fiquem registradas, mas também asseguram procedimentos internos, fluxo de dados, preservam a efetividade e até a produtividade da companhia como um todo.

Porém, é um fato no cotidiano de muitas empresas que ninguém quer ter o trabalho de documentar, deixando apenas à programação dos softwares essa tarefa, quando possível. A maioria dos usuários dentro de uma organização não é especialista em segurança da informação e mal compreendem seus princípios básicos. Por mais inteligente que sejam as ferramentas dos softwares, a responsabilidade de inseri-las nos programas é inteiramente do usuário o que acaba atestando uma limitação da própria tecnologia.

Criando políticas internas de documentação

Nesse sentido, para se trabalhar com segurança da informação para empresas é necessário estabelecer políticas internas e treinamentos para que os colaboradores sejam também agentes de segurança.

Mais do que dar senhas de proteção e estabelecer mecanismos que travam o computador do usuário quando este não está operando, é necessário que o funcionário seja também treinado para garantir que o sistema seja alimentado de dados relevantes para o funcionamento do trabalho.

Implementar políticas de documentação certamente não é uma tarefa fácil já que muitas vezes estabelece pequenas burocracias que muitos colaboradores não gostam de lidar. Daí a importância da conscientização para que a gestão da segurança da informação se torne algo realmente funcional e real dentro da empresa.

#segurança #hackersProteçãodedadoscorporativos #ngfw #logistica #casb #ataqueDDoSrespostadeincidentes #forcepoint #utm #fortinet #ksecurity #mssp

0 visualização
  • Twitter Ksecurity
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon

© 2019 by KSecurity - Todos os Direitos Reservados

FALE COM A K