Três maneiras de melhorar o gerenciamento de incidentes



O gerenciamento de incidentes em muitas empresas acaba se tornando apenas um acervo de documentos que termina esquecido em uma pasta tomando pó. Diante de um incidente real, os métodos definidos, que, na maioria das vezes, não passaram por nenhum teste ou simulação, se mostram ineficientes e sem nenhum impacto diante de um ataque em andamento.

Com o nível de sofisticação dos ataques crescendo, hackers podem permanecer na rede corporativa sem serem detectados por semanas, ou até meses. Além disso, ameaças como ransomware e malwares do tipo zero-day também mostram que as empresas não podem apenas esperar até que o pior aconteça – do contrário, será tarde demais para lidar com os danos.

Existem várias maneiras de fortalecer o gerenciamento de incidentes. Continue acompanhando o post e saiba como melhorar sua estratégia:

Exercícios de validação

Uma boa estratégia de gerenciamento de incidentes exige mais do que documentações e procedimentos definidos para o caso de emergências. É preciso certificar-se de que, no momento de um ataque, a estratégia será efetiva e os exercícios de validação são um dos recursos disponíveis. Os exercícios precisam envolver um cenário projetado especialmente para a empresa, incluindo as maiores ameaças ao negócio.

Os participantes incluem não apenas a TI, mas também os departamentos de relações públicas, jurídico, recursos humanos e executivos. Ao longo do dia, o teste incluirá novas informações para simular a curva de evolução de um ataque e suas investigações.

Ao final, é possível obter uma avaliação objetiva do desempenho da equipe, incluindo pontos fortes e de atenção.

Incidentes simulados

Nesse exercício, profissionais de segurança precisam agir da perspectiva de um hacker, criando uma situação que simule o uso ferramentas, técnicas e procedimentos maliciosos para checar se cibercriminosos seriam capazes de invadir a rede.

De um lado, fica um Red Team para identificar vulnerabilidades e simular um ataque contra a empresa, do outro lado, fica a equipe de segurança tentando detectar e responder aos ataques.

Esse tipo de exercício é uma ótima maneira de testar o Security Operations Center (SOC) e o time de resposta a incidentes.

Fornecedores de serviços de resposta a incidentes

Mesmo que contem com um time de segurança, no momento de um ataque, é possível que a maioria das empresas não tenha “mãos” suficientes para lidar com a situação.

Contar com um fornecedor de serviços de resposta a incidente que possa ajudar e suplementar sua equipe de segurança quando um ataque acontece é uma boa maneira de melhorar o gerenciamento de incidentes.

Com isso, enquanto os profissionais de fora lidam com a situação problemática, seu time interno pode lidar com outras tarefas que exijam atenção.

A KSecurity conta com um serviço de MSS que oferece SOC, métricas e indicadores, relatórios de incidentes e gestão de projetos. Com uma equipe capacitada e disponível para prestar MSS 24×7, o serviço de MSS da KSecurity toma medidas preventivas e proativas, minimizando riscos e paradas.

#segurança #hackersProteçãodedadoscorporativos #ngfw #logistica #casb #ataqueDDoSrespostadeincidentes #forcepoint #utm #fortinet #ksecurity #mssp

0 visualização
  • Twitter Ksecurity
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon

© 2019 by KSecurity - Todos os Direitos Reservados

FALE COM A K